19.4.17

 
Corda bamba da mesmice


Em cima da corda, na sonolência que precede o acórdão, acordamos com o seguinte acordo: aqui todos concordam até provarem o contrário.

Mas o contrário não existe, embora persista o lado de lá da corda, o de cá, e o de cima dela, e esses três formem uma Santíssima Trindade cujo pecado mais demoníaco é forçar todos a rezarem pela cartilha da mesmice.

Se alguém se destaca, todos o atacam.

Se alguém se desacata, todos o descartam.

Se alguém se desamarra, todos o destratam e o amarram na marra, provando que o que se amara não era a boa e velha farra, mas a forra de ver o diferente de fora.

Ao cambalear nessa corda, vemos que as hordas que herdamos não têm gênios, genes ou higiene mental.

Mas de tanto cagarmos regras e ditarmos moda, um dia tropeçaremos nas fezes que fazem marrom nosso destino já tão apagado.

E quando vier, e se por milagre vier algum ser iluminado, mostraremos que na nossa casa todo mundo é bamba: todo mundo bebe, todo mundo samba.

Numa doida e doída nota só.

Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?